Comandante do Exército já mobiliza tropas em todo o país

“Comunico que acionei as forças federais de segurança para desbloquear as estradas e estou solicitando aos senhores governadores que façam o mesmo.”

Michel Temer

Arquivo

O GLOBO

O Comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, determinou a imediata mobilização de todo o efetivo da força para ser empregada da liberação de rodovias. Os homens dos diferentes batalhões espalhados pelo país já foram mobilizados. O presidente Temer determinou o uso das Forças Armadas para liberar os bloqueios feitos por caminhoneiros grevistas.

O comandante determinou que as áreas fiquem em condições de ser empregadas — disse ao GLOBO um militar ligado ao comando.

Na noite desta quinta-feira, por volta de 22h, o comandante Villas Bôas realizou uma videoconferência com todos os sete comandantes militares de área do Exército — comandos militares da Amazônia, Norte, Nordeste, Oeste, Leste, Sudeste e Sul — para tratar do assunto. (Robson Bonin, da sucursal de Brasília)

Baixada Maranhense começa a sofrer com a falta de combustível

Posto Vinólia, na MA 014, em Viana é um dos poucos que ainda está fornecendo combustível na região

Viana – A greve dos caminhoneiros que acontece em todo o território nacional pelo quarto dia seguido, já está afetando a maioria dos municípios da Baixada.

Segundo apurou o Blog Vianensidades, os postos de gasolina das cidades de São João Batista, Matinha, Arari, Vitoria do Mearim, Pedro do Rosário, Penalva e Viana já estão com as reservas comprometidas, e, os serviços das prefeituras, comércio, entre outros podem ser paralisados a qualquer momento.

Em conversa com o Blog Vianansidades, o empresário Fellikson do Posto, proprietário do Posto Vinólia, afirmou que foi o único da região que se preparou para o pior e está garantindo o abastecimento de Viana e região. “Alguns concorrentes tentaram me difamar de que eu havia majorado o valor do combustível para R$ 5,00, tudo mentira, e reafirmo que mantive o valor praticado (R$ 4,35) respeitando nossos clientes”, assegurou Fellikson.

No momento é grande a movimentação no Posto Vinólia, onde os vianenses e cidades da região tentam garantir combustível para o final de semana.

Viagens de Ferry-Boat ficarão comprometidas a partir de amanhã (26)

Com a falta de combustíveis provocada pela greve de caminhoneiros que chegou ao 5º dia nesta sexta-feira (25), o transporte de Ferry-Boat em São Luís também começa a ser ameaçado.

De acordo com Luís Carlos Cantanhede, da Internacional Marítima, somente após conseguir ajuda da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), é que foi possível garantir o carregamento de combustível para o meio de transporte.

Entretanto, a quantidade fornecida será suficiente apenas para as viagens desta sexta (25) e sábado (26), no máximo.

Do Imirante

VIANA – MPMA realiza vistorias e cobra fornecimento de merenda em escolas municipais

 

 Viana – Com base em uma série de vistorias que vêm sendo realizadas desde abril, a 2ª Promotoria de Justiça de Viana encaminhou, na última terça-feira, 22, um ofício ao secretário Municipal de Educação, Raimundo Benedito Oliveira Junior, no qual cobra informações sobre a ausência de merenda escolar em diversas escolas da rede municipal de ensino.

Estoque de alimentos foi inspecionado

No último dia 22, foram visitadas as escolas municipais Nossa Senhora da Conceição, no povoado Bezerras, e Santa Bárbara, no povoado de mesmo nome.

Na primeira escola visitada, a situação era de calamidade. Não foi encontrado nenhum gênero alimentício para a merenda escolar, estando armários e freezers completamente vazios. De acordo com funcionários, os alimentos haviam terminado dois dias antes, informação que não foi confirmada por pais de alunos ouvidos. Segundo eles, a Escola Municipal Nossa Senhora da Conceição está sem merenda escolar há cerca de duas semanas.

Já na escola Santa Bárbara, havia alimentos no estoque, mas em quantidade insuficiente para suprir as necessidades dos 189 alunos matriculados. Foram encontradas 10 unidades de leite em pó, um fardo de arroz, quatro pacotes de feijão, sete de macarrão e quatro de biscoito água e sal. Nenhum alimento de origem animal foi encontrado, o que impossibilita a combinação de alimentos para uma refeição completa.

Promotoria vem realizando vistorias nas escolas públicas do município

Apesar da falta de diversos alimentos, a diretora da escola, Rosiane Ferreira Barros, ainda não havia comunicado a situação à Superintendência de Merenda Escolar do Município.

Em 18 de abril, já haviam sido inspecionadas as escolas municipais Faraildes Campelo e Casa Linda. Nas duas, foram encontrados alimentos em quantidades insuficientes às necessidades. Na Escola Municipal Faraildes Campelo, por exemplo, o promotor de justiça Gustavo de Oliveira Bueno foi informado que os 415 alunos matriculados estão sendo dispensados mais cedo por falta de merenda escolar.

Ausência de merenda escolar motivou inspeções

Na Escola Municipal Casa Linda, a equipe do Ministério Público foi recebida pela superintendente de Merenda Escolar, Marly Mendonça Moraes, que afirmou que o Município está enfrentando problemas com a compra de alimentos perecíveis por meio de chamada pública. Ainda conforme a superintendente, a merenda é distribuída a todas as escolas e a má gestão levaria ao esgotamento antecipado dos mantimentos.

O promotor Gustavo Bueno afirmou que todas as escolas da rede municipal de ensino de Viana serão vistoriadas pelo Ministério Público e que buscará a responsabilização dos gestores pela falta de merenda escolar para os estudantes do município.

Fonte: (CCOM-MPMA)