“Você é uma pessoa horrível”, diz Barroso a Gilmar em sessão do STF

 

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, interrompeu a sessão da Corte nesta quarta-feira após uma discussão acalorada entre os ministros Luís Roberto Barroso e Gilmar Mendes, que já têm histórico de desentendimentos.

STF Os ministros do STF Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso

“Me deixa de fora desse seu mau sentimento. Você é uma pessoa horrível, uma mistura do mal com o atraso e pitadas de psicopatia”, disse Barroso a Mendes, que fazia críticas a respeito da decisão do próprio Supremo, que proibiu o financiamento eleitoral de empresas.

Ele ironizou uma votação conduzida pelo colega, a respeito de médicos e funcionários de uma “clínica de aborto” em 2016. Na época, a 1ª Turma, em processo relatado por Barroso, abriu precedente jurídico para que se absolvessem mulheres acusadas de abortar que tivessem feito a interrupção até o terceiro mês de gestação. Para Gilmar, o colega fez uma “manobra”, tal qual a proibição das doações de pessoas jurídicas a candidatos e partidos.

“É um absurdo Vossa Excelência fazer um comício cheio de ofensas, grosserias. Vossa Excelência não consegue articular um argumento, fica procurando. Já ofendeu a presidente (Cármen Lúcia), o ministro Fux, agora chegou a mim. A vida para Vossa Excelência é ofender as pessoas. Qual é a sua proposta? Nenhuma!”, continuou Barroso, exaltado.

“Vossa Excelência nos envergonha. Vossa Excelência é uma desonra para o Tribunal. É muito penoso para todos nós termos que conviver com Vossa Excelência aqui. Vossa Excelência não tem nenhum patriotismo, está sempre atrás de algum interesse que não é o da Justiça.”

Antes que ele terminasse de falar, a ministra Cármen Lúcia interrompeu a sessão. Quando ela já se levantava, Mendes insistiu que estava com a palavra e rebateu: “Presidente, eu vou recomendar ao ministro Barroso que feche o seu escritório de advocacia”.

MSN Brasil

Dino garante apoio do DEM e terá que se decidir entre Eliziane e Camarão

O governador Flávio Dino (PC do B), ao que tudo indica, sacramentou o apoio do Democratas ao seu projeto de reeleição. O deputado federal Juscelino Filho foi mantido pela direção nacional do partido no cargo de presidente regional.

Recém filiados à sigla, os deputados estaduais Rogério Cafeteira e Neto Evangelista foram alçados aos postos de vice-presidente e secretário-geral, respectivamente.

A batida de martelo ocorreu hoje, em Brasília, durante reunião coordenada pelo presidente nacional e prefeito de Salvador, ACM Neto.

Com a oficialização do apoio do DEM ao comunista, resta saber agora qual o espaço na sua chapa majoritária será cedido ao partido.

O plano A trabalhado por Juscelino e seu grupo é filiar a  deputada federal Eliziane Gama (PPS) e apresenta-la a Flávio Dino como o nome que representará a legenda como segunda opção na chapa senatorial ligada ao governador.

O primeiro nome, do deputado federal Weverton (PDT), foi anunciado ainda no ano passado.

No entanto, a executiva nacional nutre certa resistência em relação a parlamentar, que ideologicamente sempre esteve no campo oposto ao que prega o Democratas.

O plano B seria apresentar como opção o atual secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão, que poderia ser indicado na majoritária como candidato a vice-governador.

Neste cenário, caso se confirme o nome do jovem secretário, Dino poderia abrir espaço na chapa ao Senado para outros partidos aliados, como o PSB, do deputado estadual Bira do Pindaré, e até o PRB, do vice-governador Carlos Brandão.

Zé Reinaldo – O editor do blog tentou, sem sucesso, ouvir o ex-governador e atual deputado federal, José Reinaldo Tavares, sobre a decisão da nacional em manter Juscelino Filho no comando do partido.

Zé Reinaldo, em entrevista concedida ontem ao programa Repórter Difusora, da Rádio Difusora FM, disse que ainda não havia desistido da disputa pelo DEM.

Via Blog do Gláucio Ericeira

Apagão deixa todo o Maranhão sem energia

Segundo a Cemar, o apagão foi provocado por uma falha em um suprimento da Eletronorte.

Em São Luís, semáforos desligados por conta do apagão causaram transtornos no trânsito (Foto: Magno Maia)

Por G1 MA, São Luís

A Companhia Energética do Maranhão (CEMAR) confirmou que o apagão registrado por volta das 15h45, desta quarta-feira (21) atingiu todos os 217 municípios do estado do Maranhão. Segundo a Cemar, o apagão foi provocado por uma falha em um suprimento da Eletronorte.

Em São Luís, semáforos desligados por conta do apagão causaram transtornos no trânsito  (Foto: Magno Maia) Em São Luís, semáforos desligados por conta do apagão causaram transtornos no trânsito  (Foto: Magno Maia)

Em algumas cidades a energia não retornou, segundo a CEMAR. Em São Luís, a energia começou a voltar por volta das 16h58. Veja a nota completa da CEMAR emitida às 16h42.

“Falha no suprimento de responsabilidade da Eletrobrás Eletronorte é a causa da falta de energia na rede básica e interrompe o fornecimento para os estados do Maranhão e Tocantins e parcialmente no Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Piauí e Pará. Neste momento somente parte da região de Imperatriz, Açailândia, Presidente Dutra e Barra do Corda estão com energia elétrica. Informações preliminares sinalizam que houve problemas na Usina Hidrelétrica de Belo Monte que fica no estado do Pará”.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) também se posicionou sobre a falha a nível nacional. Foi informado que uma pertubação no Sistema Interligado Nacional (SIN) causou a falha em várias regiões do Brasil. Confira a nota da ONS.

“Hoje, 20 de março, uma perturbação no Sistema Interligado Nacional (SIN) causou o desligamento de cerca de 18.000MW, majoritariamente localizados nas regiões Norte e Nordeste, correspondendo a 22,5% da carga total do SIN naquele momento. Em consequência da perda de carga, entrou em funcionamento o primeiro estágio do Esquema Regional de Alívio de Carga do Sistema Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com corte automático de consumidores, no montante de 4.200MW. Os sistemas Sul, Sudeste e Centro-Oeste ficaram desconectados do Norte e Nordeste. Às 16h15 já havia sido realizada a recomposição de praticamente toda a carga no Sul, Sudeste e Centro-Oeste. As equipes do ONS estão neste momento dedicadas à recomposição dos sistemas Norte e Nordeste, já em curso. As causas de desligamento estão sendo investigadas”.

Militar é preso no Maranhão por vender arma a traficante

Carlos Magno Alves Diniz é 2º sargento da Polícia Militar do Maranhão e foi preso na noite de terça-feira (20), em São Luís.


Sargento foi autuado pela Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico em São Luís (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Por G1 MA

O 2º sargento da Polícia Militar do Maranhão, Carlos Magno Alves Diniz, foi preso na noite de terça-feira (20), em São Luís, após ter vendido uma pistola para um homem que já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas.

Segundo informações da Polícia Civil, o traficante teria pago ao sargento da Polícia Militar o valor R$ 2.500 pela arma.

O sargento Carlos Magno Alves Diniz foi autuado pela Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), na capital.