Ônibus que transportava professores sai da pista e tomba na MA-014, na Baixada Maranhense

Acidente foi registrado na manhã desta quarta-feira (14) na MA-014. Veículo transportava professores que haviam ido participar de uma conferência no município de Viana.

Por pouco, veículo não cai em açude de criação de peixes na MA-014. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Um ônibus escolar que transportava professores derrapou na pista molhada e tombou para fora da estrada, na manhã desta quarta-feira (14), na MA-014, próximo ao município de Olinda Nova do Maranhão, a 250 km de São Luís. Chovia muito na região no momento do acidente.

O ônibus transportava 25 professores que haviam ido participar de uma conferência no município de Viana, a 217 km de São Luís. Por conta da pista molhada, o veículo derrapou no asfalto, saiu da pista e tombou, caindo no acostamento da rodovia. Por pouco, o ônibus não caiu em um açude de criação de peixes.

Não houve mortes, mas os passageiros ficaram muito feridos. Segundo testemunhas, alguns pasageiros conseguiram sair sozinhos do ônibus e outros tiveram que ser retirados por pessoas que chegaram ao local após o acidente. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas.

Por G1 MA, São Luís

Carga de cigarros some com autos de inquérito após ser apreendida em Viana, na Baixada

Por: O Informante

Nova descoberta complica mais ainda Thiago Bardal

Uma carga grande de cigarros apreendida em Viana, na Baixada Ocidental Maranhense, sumiu junto com os autos do inquérito instaurado no município. O fato acaba de ser descoberto, nas investigações sobre a quadrilha de contrabandistas desbaratada pela Polícia Civil que a partir de agora vão estar na esfera federal, conforme decisão desta terça-feira do juiz Ronaldo Maciel.

A carga foi apreendida no ano passado, sendo lavrado flagrante pelo delegado de Viana contra o condutor do produto, identificado como Egídio (‘Diabo Louro’).

Segundo apurou a investigação, antes de ser encaminhada para a Justiça Federal, o que está acontecendo nesta quarta-feira, o então superintendente estadual de investigações criminais, Thiago Bardal, solicitou ao delegado que encaminhasse a carga e os autos para São Luís. O produto apreendido e os autos do inquérito iniciado em Viana desapareceram.

Segundo acaba de apurar O INFORMANTE, foram 44 caixas de cigarros apreendidas, sendo a prisão do condutor e a apreensão da carga feitas pela Polícia Militar, que fez o devido encaminhamento para a Delegacia Regional.

“Não sabemos o destino dos produtos nem dos autos do inquérito iniciado em Viana”, disse ao blog uma fonte da Secretaria da Segurança Pública.