Aged orienta agricultores para os cuidados no uso de agrotóxicos

Palestra do fiscal agropecuário da Aged/MA, André Gonçalves Ferreira, durante seminário realizado em São João do Paraíso

Com o objetivo de conscientizar para a importância do uso correto e seguro de agrotóxicos e para a devolução de embalagens vazias, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA), por meio da unidade regional de Imperatriz, participou do 1º Seminário de Produtores Rurais de São João do Paraíso, proferindo palestras educativas envolvendo o tema agrotóxicos.

Cerca de 80 pessoas, entre agricultores e estudantes, participaram da palestra ministrada pelo Fiscal Agropecuário, André Gonçalves Ferreira. Foram apresentadas as medidas corretas de manuseio com agrotóxicos, as fases de ação a serem seguidas desde o ato da compra até sua utilização, consequências da má utilização dos produtos, instruções sobre manuseio de embalagens vazias e sobre a Lei Estadual de Agrotóxico.

Para a estudante Islane dos Santos Silva, a iniciativa foi muito positiva pois os participantes adquiriram novas informações, aprimorando seus conhecimentos e se capacitando para serem multiplicadores das informações adquiridas. “Todo conhecimento é válido e, aprender um pouco mais sobre a forma correta de utilizar os agrotóxicos, me proporcionou o aprendizado de novas informações sobre o assunto, que serão muito úteis para minha formação estudantil e profissional”.

Seminário em São João do Paraíso, com a presença do fiscal agropecuário da Aged/MA, André Gonçalves Ferreira

O produtor Manoel Marcos Bandeira Lima ressaltou a importância desse seminário, devido seu contato frequente com agrotóxicos. Ele disse que a falta de instrução necessária leva os produtores a má utilização. “Pela falta dessas informações que foram apresentadas na palestra, muitas vezes, fazíamos a utilização de forma errada, inclusive reutilizando embalagens; agora que já sabemos o que podemos e o que não podemos fazer, vamos utilizar os produtos de forma correta e repassar as informações para os demais produtores da nossa região”. (Fonte: Secap-MA)

Familiares do Coronel Carlos Augusto Castro Lopes agradecem a solidariedade pelo seu passamento e convidam para a celebração da vida

O vereador Cézar Bombeiro e o presidente do SINTSEP, Cleinaldo Lopes, ainda profundamente abatidos juntamente com todos os demais familiares, decidiram manifestar publicamente o agradecimento a todos representantes de segmentos sociais e autoridades e aos cidadãos e cidadãs comuns de São Luís e Viana, que com sentimentos fortes de solidariedade humana contribuíram com força para amenizar o sofrimento pela irreparável perda.

Cleinaldo Lopes, em nome dos familiares expressou o agradecimentos a solidariedade de todos

As palavras do Comandante Geral da Policia Militar, Coronel Pereira, do Secretário de Segurança, Jeferson Portela, do deputado federal Aluísio Mendes, dos deputados estaduais Levi Pontes e Cabo Campos, a promotora Rosa Maria Campos, o promotor Pedro Lino, do desembargador Mario Lima Reis, dos vereadores Sá Marques e Joãozinho Freitas (São Luís), da senhora Ana Maria, esposa do desembargador Lourival Serejo, da representante do prefeito de Viana, Leopoldina Barros, decorrente dele se encontrar fora do Estado, além das autoridades, políticos e lideranças comunitárias de Viana, dentre as quais muitos amigos e amigas de infância do coronel Carlos Augusto Castro Lopes, foram importantes e amenizadoras para todos os familiares presentes ao velório e sepultamento em Viana.

Cezar Bombeiro e Cleinaldo Lopes, além da manifestação de agradecimento a todos que os ajudaram corajosamente ao enfrentamento de uma profunda e inimaginável dor, a gratidão ficou marcada no coração de todos, acentuaram.

Serão celebradas missas pela vida do coronel Carlos Augusto Castro Lopes em Viana e São Luís. Em Viana às 17 horas desta ( quinta-feira 13), na Igreja de São Benedito e em São Luís às 19 horas na Igreja de São Roque, no bairro do Lira. (Via Blog o Quarto Poder).

Senado aprova lei que cria documento único de identificação

 

O plenário do Senado aprovou ontem o projeto de lei que cria o documento de identificação nacional, que reunirá dados biométricos e civis, como registro geral (RG), carteira nacional de habilitação, cadastro de pessoa física (CPF) e título de eleitor em um único documento.

O relator do projeto, senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) acatou apenas uma emenda de redação e, por isso, o texto não precisará retornar para revisão da Câmara dos Deputados. Com isso, a matéria segue agora para sanção do presidente Michel Temer.

De acordo com o projeto, a identificação n acional dispensará a apresentação dos documentos que lhe deram origem ou nele mencionados e será emitida pela Justiça Eleitoral, ou por delegação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a outros órgãos para aproveitar o cadastro biométrico nacional realizado para as eleições. O documento será impresso pela Casa da Moeda e usará como base de identificação o CPF

Conforme o texto, o documento único será emitido com base na Identificação Civil Nacional, criada pelo projeto com o objetivo de juntar informações sobre o cidadão. A nova base de dados será gerida pelo TSE, que garantirá o acesso à União, aos estados, ao Distrito Federal, aos municípios e ao Poder Legislativo.

(Com Agência Brasil)