Viana – Após o CALOTE, Prefeitura vai gastar mais de 1 milhão no Carnaval*

Depois de deixar milhares de servidores de cargos comissionados, fornecedores e prestadores de serviços sem receber seus recursos, a nova gestão vianense anuncia, em cima da hora, o que sabe fazer de melhor, afinal, é o mesmo grupo do ex-prefeito Rilva Luis, fazendo mais do mesmo, ou seja, CACHAÇA E FORRÓ para o povo esquecer que nada mudou.

Segundo o panfleto divulgado, e apuração do Blog, tem banda que custou R$ 100.000.000 (cem mil reais), para tocar durante 2 horas, apenas um dia no carnaval de todos eles. A estrutura divulgada é de fazer inveja aos melhores carnavais do Brasil. 

Vale a pena fiscalizar e aguardar a prestação de contas e a origens dos recursos para uma festa nababesca, sendo que faltam recursos para pagar os servidores e fornecedores.

BOMBA, BOMBA E BOMBA!!!

Acabou de chegar à Redação, notícia (ainda não confirmada), que o organizador do carnaval apresentou uma planilha com o valor exorbitante de 120 mil reais (CACHÊ DE APENAS UMA BANDA). O financeiro da prefeitura achou muito salgado e ligou direto para o empresário da banda. Resultado: o sabidão tinha colocado 20 pilas a mais de sobretaxa, para garantir o dele, claro.

As velhas práticas, os mesmos vícios, e assim Viana vai dançando conforme a música, e para pior.

Segundo informações, o prefeito estaria furioso e, é capaz de rolar até demissão. Aguardem novas informações.

*Estimativa em carnavais divulgados com a mesma estrutura de bandas, som e palco.

PF apreendeu 1,2 mil quadros, que adornavam até os banheiros de Márcio Lobão

Durante a deflagração da Operação Leviatã, um desdobramento da Lava Jato, a Polícia Federal apreendeu nesta quinta-feira (16) 1.200 quadros na residência Marcio Lobão, filho do senador Edison Lobão, presidente da CCJ; segundo o colunista Lauro Jardim, parte da coleção de Marcio Lobão adornava “paredes até dos banheiros e lavabos do seu apartamento de frente para o mar do Leme”

Márcio Lobão, filho do senador Édison Lobão, foi deletado por receber propina

 247 – A Polícia Federal apreendeu nesta quinta-feira 16, durante a Operação Leviatã, um desdobramento da Lava Jato, 1.200 quadros na casa de Marcio Lobão, filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA), presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado.

 O colunista Lauro Jardim assim descreveu Marcio Lobão nesta manhã:

 Márcio Lobão é conhecido por ser amante de bons vinhos tintos franceses (dá preferência aos de Bordeaux). Participa de várias confrarias de amantes de boas safras. É dono de uma adega de qualidade.

 Notabilizou-se também, desde que foi morar no Rio de Janeiro, há pouco mais de uma década, por colecionar obras de arte. Tem um excelente acervo. Parte deles adorna paredes até dos banheiros e lavabos do seu apartamento de frente para o mar do Leme.

 O ex-presidente da Andrade Gutierrez Energia e delator da Lava Jato, Flávio David Barra, foi quem apontou o senador Edison Lobão (PMDB/MA) como o suposto responsável por coordenar o recebimento de propinas para o PMDB envolvendo as obras de Belo Monte e da usina nuclear de Angra 3.

 Segundo o ex-presidente da Transpetro e também delator, Sergio Machado, era Marcio Lobão quem recebia, em mãos, um mensalão de R$ 300 mil do esquema. Por meio de seus advogados, Marcio Lobão se disse inocente e chamou a Operação Leviatã de “drástica medida judicial”, (Via Blog do Garrone).

Viana – “Quem estiver pagando prestação de Corolla não vai receber”…

A versão destrambelhada, esdrúxula e debochada da “comunicação” do prefeito Magrado Barros (PSDB), para o SUPERCALOTE que deixou milhares de servidores (inclusive ex-secretários), e prestadores de serviço sem receberem seus pagamentos ao qual tem direito, pelos serviços profissionais que prestaram ao município. Falta de aviso não foi! E agora, de qual lado vão ficar o Ministério Público e os vereadores de Viana?

É no mínimo polêmica e debochada a versão oficial da Prefeitura de Viana, ao se referir aos servidores não concursados, comissionados e prestadores serviço que ficaram sem receber seus salários e pagamentos de novembro e dezembro (da gestão passada), por conta do bloqueio das contas do Município, decisão que atendeu ao pedido do Ministério Público do Maranhão (MPMA), e fez parte da ação institucional “A cidade não pode parar: campanha pela transparência na transição municipal”.

Lembrando que a gestão passada deixou os recursos para os pagamentos, e que estes foram bloqueados pela Justiça. A Prefeitura e o prefeito Magrado, talvez movidos por ódio e perseguição, generalizaram os documentos e a ação do Ministério Público, e deixarem os servidores (até os ex-secretários municipais), e prestadores de serviço no prejuízo e no desespero, muitos deles pais de famílias que precisam pagar suas contas no comércio, têm família, filhos e compromissos com empresas que não querem nem saber de onde vem os recursos para honrar suas dívidas.

Depois de finalizada mais uma audiência, nesta quarta-feira (15), com Juiz Celso Serafim Júnior – Juiz de Direito Titular da Comarca de Matinha/MA, representando a 1ª Vara da Comarca de Viana, os interlocutores da Prefeitura procuraram emissoras de rádios e redes sociais para, ao invés de informarem a população, fazerem uma espécie de caça as bruxas, com afirmações levianas sobre atuações de supostos “fantasmas” e também sobre aquisição de bens de supostos servidores. A perseguição é tamanha que até o ato criminoso de “vazar” em redes sociais – contracheques  de servidores e notas fiscais de fornecedores contrários ao famigerado grupo – estão sendo praticados por integrantes da atual gestão.

A pergunta que não quer calar

Quem será o feliz proprietário desse famoso Corolla?

E quem comprou mansões, apartamentos, sítios, carrões, cursou faculdade particular com recursos da Prefeitura, praticou orgias, guardou montanhas de dinheiro em cofres e praticou todos os crimes públicos previstos em Lei, merece respeito e receber salários da atual gestão em Viana?

Cara de pau é pouco!!!

Alguns áudios gravados e divulgados em redes sociais funcionam como um COICE no estômago na população e nos servidores que estão desesperados com os atrasos salariais, afinal, (os áudios) são oriundos de representantes de um grupo que montou uma verdadeira “quadrilha” na Cidade dos Lagos e agora estão abrigados novamente no casarão azul, dependentes e carentes dos recursos da “viúva”.

Carente ainda de um Sistema de Informação, a nova gestão “empurra” signatários raivosos sem o menor preparo para o dever de bem INFORMAR a população sobre seus direitos, debochando e afrontando a dignidade de todos sem exceção.

E assim, de COICE em COICE, o povo vianense vai caindo na real e lamentando o tratamento deseducado, debochado e desrespeitoso por parte daqueles que deveriam cuidar e respeitar o povo vianense que paga seus salários com impostos.

Contradições (?). Conivência (?) Entenda o caso

A decisão proferida pela Justiça na semana passada (reveja) deixou muitos servidores e prestadores de serviços esperançosos de receber seus atrasados, mas, pelo que se apurou até agora, a Prefeitura protelou por via judicial uma sindicância que vai perdurar por 70 dias, prorrogável por mais setenta e, para o bom entendedor, nem os comissionados, nem fornecedores ou prestadores de serviços vão ver a cor do seu dinheiro tão cedo, mesmo sabendo que ainda existe (bloqueada) uma parcela dos recursos deixados pela gestão anterior para esses pagamentos. A Justiça mais uma vez vai ser acionada.

Leia a sentença (anterior)

“Determino que o município faça aportar aos autos em até 05 dias a relação analítica dos beneficiários e/ou pagamentos referentes aos R$ 540.805,05 supramencionados, após comprovada a dotação determino o encaminhamento ao Banco do Brasil para efetuar o pagamento, devendo permanecer bloqueado o remanescente. Após que o Banco do Brasil informe a este juízo o pagamento em até 48 horas. Redesigno a audiência de continuação para quarta feira próxima 15 de fevereiro de 2017, às 10h”.

Porém, só vão receber os servidores efetivos e concursados. Os “outros” terão de passar pelo crivo de “advogados” conhecidos e sedentos de vingança – que estão de volta à boquinha -, com a conivência do atual gestor, portanto, quem quiser receber que conte com a benevolência da Justiça, pelos próximos anos, até uma nova eleição.

Moral da história: ENTRE NA JUSTIÇA (CONFIE), OU FAÇA PROMESSA À PADROEIRA N.S. DA CONCEIÇÃO. OU VÁ A ROMA RECLAMAR AO PAPA (DE CARONA NUM COROLA)!