Cézar Bombeiro faz grande caminhada no bairro Liberdade e é nome certo para a Câmara de São Luís

7424fc35-908b-4476-9411-d02339af61e5
São Luís –
O sindicalista e presidente licenciado do Sindicato dos Agentes Penitenciários de São Luís (SINDISPEM), Cézar Bombeiro, candidato a vereador pelo PSD, demonstrou força eleitoral, na manhã deste domingo (18), em grande caminhada pelas ruas do bairro Liberdade, seu principal reduto eleitoral, onde reside e está integrado com a comunidade com afinidade cultural, política e social.

Bombeiro arrastou uma multidão pelas artérias do bairro e figura entre todas as pesquisas de opinião como futuro vereador de São Luís, pelo PSD, na Coligação “Por Amor à São Luís”, encabeçada pelo candidato a prefeito Wellington 11.

0f2f3d35-2d1c-4f74-8274-05d1fb34577d

e4b4f28b-dbc5-4904-9841-98a070265366

a017d436-1e07-4542-8694-73c9245289b7
5d449ae5-6ac3-4866-933c-715208bb4a97

Rilva Luis pagou mais de R$ 1,2 milhão para uma empresa de fachada em São José de Ribamar

Em um ano, foram realizadas 12 transferências bancárias.

rilva-e-magradoRilva e Magrado. Com eles é só farra com o dinheiro público
A Controladoria-Geral da União (CGU) identificou pagamentos realizados pela Prefeitura de Viana no montante de R$ 1.282.001,80 (um milhão, duzentos e oitenta e dois mil, um real e oitenta centavos)  a uma empresa de fachada. A irregularidade foi constatada ao longo do exercício de 2012. Conforme o relatório da auditoria, divulgado recentemente,  a Prefeitura de Viana lançou mão de recursos do Fundeb e realizou doze transferências bancárias para a conta da empresa D. W. Construções e Comércio, que totalizaram o valor citado acima.

A fiscalização da CGU teve como objetivo analisar a demanda encaminhada pelo Ministério Público do Estado do Maranhão, por meio da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Viana, sobre supostas irregularidades na administração de verbas federais na gestão do ex-prefeito do município, Rilva Luís. Os trabalhos de campo foram realizados entre os dias de 13 e 17 de outubro de 2014 e apurou a aplicação de recursos federais do Fundeb.

Em visita ao endereço da empresa, que consta em seu CNPJ – Rua das Flores nº 236, bairro Vieira, CEP: 65.110-000, São José de Ribamar/MA-, a equipe de fiscalização da CGU apurou que a D. W. Construções e Comércio Ltda não funciona nesse local. O endereço é de uma residência, conforme informações obtidas de morador do imóvel.

Conforme as apurações, também foi verificado que as condições simples em que vive o proprietário da empresa D. W. Construções e Comércio não condizem com os valores lucrados pela firma.  Além disso, a companheira dele é beneficiária do Programa Federal Bolsa Família com renda per capta declarada de R$ 12,00. A equipe percebeu que o proprietário na verdade é apenas um “laranja”.

Os fiscais constataram ainda que a empresa D. W. Construções e Comércio não possui nenhum empregado declarado na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Também foi verificado que não há veículos registrados em nome da empresa, de acordo com consulta ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Diante de todos os fatos apurados, a CGU concluiu que a empresa D. W. Construções e Comércio não possui estrutura física nem operacional para executar os serviços contratados pela Prefeitura de Viana, no valor de  R$ 1.282.001,80.

O relatório também destacou que a empresa de fachada já esteve envolvida em atos irregulares apurados pela CGU em outra oportunidade no município de Chapadinha. Nesse caso, com irregularidades em licitações e pagamentos por serviços não realizados em relação às obras executadas em unidades escolares do município, incorrendo em um prejuízo de R$ 2.130.372,31 ao erário.

2

3

1Via Blog do Neto Ferreira

Márcio Jerry caiu na ratoeira de Magrado Barros em Viana

BLOG DO LUIS CARDOSO

Em Viana, cidade que trava uma disputadíssima e acirrada eleição, não dá para confiar em políticos da espécie de Magrado Barros e o ex-prefeito Rilva Luís – sua eminência parda – nem que eles venham vestidos de branco da cabeça aos pés, imaginem de azul – cor oficial da campanha deles no município.

13938319_1276932465674162_1110165881751306009_oNesta campanha eleitoral, Magrado reuniu um caldo de políticos de inúmeras correntes e ideologias no seu caldeirão e, para todos promete vender uma mercadoria que pode não entregar.

O tucano acha que é dono dos votos do volúvel eleitorado vianense e para barganhar pelo menos uma imagem para postar nas redes sociais, com o lugar tenente do Governador Flávio Dino, o secretário Márcio Jerry, lhe prometeu apoio e uma penca de votos para o comunista que tem planos de sair candidato federal em 2018. Mas, será que fala a verdade? Jerry, ao que parece, caiu na ratoeira de Magrado.

Na imagem abaixo, os dois, Rilva e Magrado aparecem igual carrapato com ninguém menos que o advogado Márcio Coutinho, que é da cozinha e sempre rezou a cartilha da família Lobão, e que também recebeu promessas de votos dos vianenses e apoio para sua campanha de deputado federal.

Como se observa, Márcio Jerry foi passado pra trás. E agora? Será que o comunista vai continuar a acreditar em um tucano que acende uma vela pra Deus e outra pro diabo ou cair na real?

“Ficha corrida”

Coutinho, só para relembrar, foi apontado em um inquérito na Justiça Federal em São Paulo como representante do ex-­ministro e senador Edson Lobão na Diamond – uma holding nas Ilhas Cayman, conhecido paraíso fiscal no Caribe.

5e2263de-8170-47b1-a440-0b7374b05354Um ex­-dirigente da Diamond Mountain, em declaração, disse que Márcio Coutinho e seu colega de escritório, Vinícius Peixoto Gonçalves, tinham reuniões semanais com sócios do grupo em São Paulo, para “acompanhar o negócio em nome do [então] ministro Lobão”. A banca de Coutinho chegou a ter uma sala no mesmo prédio da Diamond.

Como se observa essa dupla vianense só se “mistura” com gente enrolada com a Justiça. Magrado já teve problemas e foi alvo de inquérito da Polícia Federal por venda irregular de leite do Governo Federal em suas farmácias em São Luís. Já o ex-prefeito Rilva Luís está foragido e é condenado a mais de sete anos de cadeia por suas ações criminosas na Prefeitura de Viana.

A bela e sofrida Cidade dos Lagos não merece tanto castigo!