Viana realiza Seminário da Juventude do Campo de Políticas Públicas

Território: Campos e Lagos da Baixada ocidental Maranhense

Viana – A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal Juventude, promove neste final de semana, 12,13, 14 e 15 de maio, o Seminário da Juventude do Campo de Políticas Públicas, que será realizado no Caesar’s Palace, com abertura nesta sexta-feira, das 16 às 17h.

O evento tem como objetivo ampliar e construir espaços de debate e avaliação das políticas públicas para a juventude rural com as (os) jovens da baixada maranhense; Construir espaços de exposição, debates e sistematização das experiências desenvolvidas pelos jovens rurais, enfatizando as temáticas: Juventude Rural, Sucessão Rural; Reforma Agrária; Superação da miséria no meio rural maranhense; Direitos e dignidades; Agroecologia; Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário; Constituir após o Seminário, um processo de multiplicação e de espaços de reunião, debate e articulação de propostas para a construção de uma política territorial e estadual para a juventude rural.

De acordo com o prefeito Chico Gomes, as políticas públicas para a juventude recebem total prioridade do seu governo. “Estamos saindo de um passado triste, que perdeu uma geração de jovens, por conta de políticas equivocadas e do fisiologismo, no qual os jovens se contentavam em receber o peixe ao invés de aprender a pescar. Na nossa gestão, já trouxemos para os jovens de Viana, cursos de qualificação do Senai, do Senac; cursos técnicos da Uema Net. Incentivamos a realização de eventos por parte da Secretaria de Educação – Semed, para que os nossos alunos participem de atividades culturais como gincanas, Projeto Soletrando, grandiosos desfiles de sete setembro, Escola de Música, por meio do Mais Educação, do Governo Federal que está formando centenas de jovens músicos, o Pró-Jovem, o Projeto Bombeiros Mirins, atividades esportivas, e, em breve, realizaremos mais um grande sonho que será a inauguração do IFMA – Campus Viana, que será um divisor de águas na nossa região, oferecendo dezenas de cursos de alto nível para encaminharmos nossos jovens para o futuro mercado de trabalho. É com esse olhar e com espírito do dever cumprido que saudamos e recebemos essa moçada de toda a nossa Baixada, para conhecer nosso trabalho em prol da juventude em Viana”, afirmou o gestor.

Público alvo e cidades convidadas

Jovens do campo dos municípios dos Territórios da Cidadania:

  • Campos e Lagos: Arari, Cajari, Matinha, Olinda Nova do Maranhão, Palmeirândia, Pedro do Rosário, Penalva, São Bento, São João Batista, São Vicente Ferrer, Viana e Vitória do Mearim.
  • Baixada Ocidental Maranhense: Alcântara, Apicum-Açu, Bacuri, Bacurituba, Bequimão, Cajapió, Cedral, Central do Maranhão, Cururupu, Guimarães, Mirinzal, Peri Mirim, Pinheiro, Porto Rico do Maranhão, Presidente Sarney, Santa Helena, Serrano do Maranhão, Turiaçu e Turilândia.

Saiba mais

No Brasil, o tema juventude ganhou evidência enquanto política pública a partir da década de 1990. A discussão sobre a questão juvenil foi colocada como tema nas agendas governamentais, devido ao processo democrático pelo qual passara o País e antes por pressão.

No Brasil, a vulnerabilidade dos jovens em geral tem sido constantemente constatada em pesquisas como as realizadas pelo IBGE (Censo e PNAD). Violência, pobreza, mortes, baixo acesso a educação, desemprego, tem sido mais uma vez relatados, como caracterizando fortemente este segmento social.

A vulnerabilidade que caracteriza o jovem, de modo geral, é ainda mais complexa quando se observa o jovem rural. Este segmento, talvez por ser cada vez menor no Brasil, recebe ainda pouca atenção como um problema relevante para políticas públicas específicas.

Assim, com objetivo de criar canais de dialogo territorial para o fortalecimento institucional e construir políticas públicas direcionadas aos jovens rurais da baixada maranhense é que o Fórum de Políticas Publica de Juventude da Baixada Maranhense (FPPJBMA), a Câmara Temática de Juventude do Território Campos e Lagos, o Colegiado de Desenvolvimento Territorial do Território da Cidadania Campos e Lagos (CODETER), com apoio do Laboratório de Extensão da Universidade Estadual do Maranhão (LABEX/UEMA), realizam este primeiro Seminário Territorial de Juventude Rural e Políticas Públicas em Viana.(Ascom – PMV)

Dnit prevê entrega de trecho de duplicação da BR-135 em abril de 2017

Segundo superintendente do Dnit, entrega está prevista para abril de 2017. Divergências em consórcios e recursos justificam atraso, segundo Dnit.

Do G1 MA

Uma audiência pública para discutir a situação das BRs maranhenses foi realizada nesta terça-feira na na Assembleia Legislativa, em São Luís. Estavam presentes engenheiros do Dnit, deputados da Casa e representantes da Fiema e da juventude. Na reunião foram debatidos temas como duplicação e recuperação da BR-135 e recuperação da BR-222.

O superintendente substituto do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Gerard Fernandes, informou que a previsão oficial de entrega da duplicação do primeiro trecho da BR-135 é para abril de 2017. Segundo o presidente, ainda faltam quase R$ 100 milhões em recursos para conclusão. Sobre o segundo trecho da via federal, Fernandes informou que não há previsão, devido a uma divergência técnica entre o departamento estadual e o departamento nacional.

O superintendente inteirou que a parte de buracos profundos até a entrada da capital maranhense já foi concluída e que, até julho, todos os serviços de reparo serão concluídos na BR-135. Sobre a BR-222, Fernandes informou que as obras estão avançadas.

Durante a assembleia, o engenheiro justificou o atraso na conclusão das obras. Segundo ele, uma divergência em relação à documentos, recursos e consórcios foi responsável pelo retardamento.

“Até 30 de abril tinha um contrato de mais de R$ 180 milhões que foi rescindindo. O consórcio que ganhou não conseguiu desempenhar bem o seu papel e a partir de 2015, com a falta de recursos, não conseguimos honrar nossos compromissos e precisamos rescindir”, explicou.