Comandante do Exército já mobiliza tropas em todo o país

“Comunico que acionei as forças federais de segurança para desbloquear as estradas e estou solicitando aos senhores governadores que façam o mesmo.”

Michel Temer

Arquivo

O GLOBO

O Comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, determinou a imediata mobilização de todo o efetivo da força para ser empregada da liberação de rodovias. Os homens dos diferentes batalhões espalhados pelo país já foram mobilizados. O presidente Temer determinou o uso das Forças Armadas para liberar os bloqueios feitos por caminhoneiros grevistas.

O comandante determinou que as áreas fiquem em condições de ser empregadas — disse ao GLOBO um militar ligado ao comando.

Na noite desta quinta-feira, por volta de 22h, o comandante Villas Bôas realizou uma videoconferência com todos os sete comandantes militares de área do Exército — comandos militares da Amazônia, Norte, Nordeste, Oeste, Leste, Sudeste e Sul — para tratar do assunto. (Robson Bonin, da sucursal de Brasília)

Baixada Maranhense começa a sofrer com a falta de combustível

Posto Vinólia, na MA 014, em Viana é um dos poucos que ainda está fornecendo combustível na região

Viana – A greve dos caminhoneiros que acontece em todo o território nacional pelo quarto dia seguido, já está afetando a maioria dos municípios da Baixada.

Segundo apurou o Blog Vianensidades, os postos de gasolina das cidades de São João Batista, Matinha, Arari, Vitoria do Mearim, Pedro do Rosário, Penalva e Viana já estão com as reservas comprometidas, e, os serviços das prefeituras, comércio, entre outros podem ser paralisados a qualquer momento.

Em conversa com o Blog Vianansidades, o empresário Fellikson do Posto, proprietário do Posto Vinólia, afirmou que foi o único da região que se preparou para o pior e está garantindo o abastecimento de Viana e região. “Alguns concorrentes tentaram me difamar de que eu havia majorado o valor do combustível para R$ 5,00, tudo mentira, e reafirmo que mantive o valor praticado (R$ 4,35) respeitando nossos clientes”, assegurou Fellikson.

No momento é grande a movimentação no Posto Vinólia, onde os vianenses e cidades da região tentam garantir combustível para o final de semana.

Viagens de Ferry-Boat ficarão comprometidas a partir de amanhã (26)

Com a falta de combustíveis provocada pela greve de caminhoneiros que chegou ao 5º dia nesta sexta-feira (25), o transporte de Ferry-Boat em São Luís também começa a ser ameaçado.

De acordo com Luís Carlos Cantanhede, da Internacional Marítima, somente após conseguir ajuda da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), é que foi possível garantir o carregamento de combustível para o meio de transporte.

Entretanto, a quantidade fornecida será suficiente apenas para as viagens desta sexta (25) e sábado (26), no máximo.

Do Imirante

VIANA – MPMA realiza vistorias e cobra fornecimento de merenda em escolas municipais

 

 Viana – Com base em uma série de vistorias que vêm sendo realizadas desde abril, a 2ª Promotoria de Justiça de Viana encaminhou, na última terça-feira, 22, um ofício ao secretário Municipal de Educação, Raimundo Benedito Oliveira Junior, no qual cobra informações sobre a ausência de merenda escolar em diversas escolas da rede municipal de ensino.

Estoque de alimentos foi inspecionado

No último dia 22, foram visitadas as escolas municipais Nossa Senhora da Conceição, no povoado Bezerras, e Santa Bárbara, no povoado de mesmo nome.

Na primeira escola visitada, a situação era de calamidade. Não foi encontrado nenhum gênero alimentício para a merenda escolar, estando armários e freezers completamente vazios. De acordo com funcionários, os alimentos haviam terminado dois dias antes, informação que não foi confirmada por pais de alunos ouvidos. Segundo eles, a Escola Municipal Nossa Senhora da Conceição está sem merenda escolar há cerca de duas semanas.

Já na escola Santa Bárbara, havia alimentos no estoque, mas em quantidade insuficiente para suprir as necessidades dos 189 alunos matriculados. Foram encontradas 10 unidades de leite em pó, um fardo de arroz, quatro pacotes de feijão, sete de macarrão e quatro de biscoito água e sal. Nenhum alimento de origem animal foi encontrado, o que impossibilita a combinação de alimentos para uma refeição completa.

Promotoria vem realizando vistorias nas escolas públicas do município

Apesar da falta de diversos alimentos, a diretora da escola, Rosiane Ferreira Barros, ainda não havia comunicado a situação à Superintendência de Merenda Escolar do Município.

Em 18 de abril, já haviam sido inspecionadas as escolas municipais Faraildes Campelo e Casa Linda. Nas duas, foram encontrados alimentos em quantidades insuficientes às necessidades. Na Escola Municipal Faraildes Campelo, por exemplo, o promotor de justiça Gustavo de Oliveira Bueno foi informado que os 415 alunos matriculados estão sendo dispensados mais cedo por falta de merenda escolar.

Ausência de merenda escolar motivou inspeções

Na Escola Municipal Casa Linda, a equipe do Ministério Público foi recebida pela superintendente de Merenda Escolar, Marly Mendonça Moraes, que afirmou que o Município está enfrentando problemas com a compra de alimentos perecíveis por meio de chamada pública. Ainda conforme a superintendente, a merenda é distribuída a todas as escolas e a má gestão levaria ao esgotamento antecipado dos mantimentos.

O promotor Gustavo Bueno afirmou que todas as escolas da rede municipal de ensino de Viana serão vistoriadas pelo Ministério Público e que buscará a responsabilização dos gestores pela falta de merenda escolar para os estudantes do município.

Fonte: (CCOM-MPMA)

Viana recebe 10° etapa regional de Encontro de Grêmios Estudantis

A cidade de Viana, na região da Baixada Maranhense, recebeu nesta quinta-feira (24) a 10° edição da etapa regional do Encontro de Grêmios Estudantis do Maranhão, evento realizado pelo Governo do Estado, por meio de secretarias e órgãos estaduais como a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), da Mulher (Semu), Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Comunicação e Articulação Política (Secap) e VIVA/Procon.

“O Governo do Maranhão, mais uma vez, vem ao interior do estado trazendo ações de grande importância. As etapas regionais do Emaranhando Sonhos estão preparando os jovens para serem protagonistas em suas escolas, em suas vidas, no estado e no Brasil”, afirma o secretário adjunto de Projetos Especiais da Seduc, Ismael Cardoso.

“Esses jovens gremistas saem das etapas regionais com a participação garantida na etapa estadual em que, além de participar de momentos de diálogo e informação, terão a oportunidade de levar os sonhos de suas escolas e das regiões que representam para o governador Flávio Dino incluir na lista de ações prioritárias para os próximos anos”, completa Ismael.

Reunindo aproximadamente 340 gremistas, gestores escolares e professores das cidades de Arari, Vitória do Mearim, Cajari, Viana, Penalva, Cajapió, Matinha, Palmeirândia, São Vicente Ferrer, Olinda Nova, São Bento, São João Batista e Bacurituba, o Encontro regional também elegeu os delegados que vão representar a Unidade Regional de Educação (URE) de Viana, no I Encontro Estadual de Grêmios Estudantis, que será realizado em São Luís, de 20 a 22 de junho.

O evento, que faz parte do projeto Emaranhando Sonhos, contou com apresentações de calouros, mesas de diálogo e oficinas de temas como Gênero, com turmas para professores e gremistas; Esporte; Cultura; Direitos da Mulher; Orçamento Participativo; Protagonismo Juvenil; Empregabilidade, entre outros.

A secretária de estado da Mulher, Terezinha Fernandes, fala da importância de incentivar o protagonismo dentro das escolas.

“O Mais Grêmios procura trabalhar o protagonismo juvenil dentro das escolas. Da mesma forma, o Fazendo Escola, que é trabalhar a igualdade de direitos, de gêneros por um futuro sem violência dentro das escolas”, afirma a Secretária.

Para o presidente do grêmio O Futuro é Agora, do C. E. Nossa Senhora da Conceição, Raedson Gomes, estudante do 3°ano, a realização do encontro é uma oportunidade dos alunos se sentirem incentivados a serem protagonistas.

“É uma grande oportunidade receber o Encontro em nossa cidade porque é um evento que vai trazer para os alunos da Baixada a noção de protagonismo e de que os grêmios são ferramentas importantes para que os alunos batalhem por condições melhores em todos os aspectos”, declara.

Da cidade de Arari, a estudante e presidente de grêmio, Josivânia Verde, conta que o Encontro é uma oportunidade para adquirir e dividir conhecimento.

“Nesse encontro, nós aprendemos muitas coisas, inclusive como dividir com os alunos da nossa escola todo o conhecimento adquirido aqui. É um momento de aprender e dividir conhecimento aqui, e também de levar de volta para nossa escola, para os nossos amigos”, conta a estudante.

Eleição no STTRP é confirmada pela Fetaema

Penalva – No último dia (18) de maio, a assessoria jurídica da Fetaema (Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Maranhão), deu o seu parecer final a respeito da eleição que aconteceu, no dia 20 de abril, no STTRP (Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Penalva), confirmando a legalidade do pleito e consequentemente a legitimidade da vitória da Chapa 2, encabeçada por Ana Rosa Pinheiro dos Santos.

Inconformada com a derrota, a Chapa 1 entrou com um pedido de impugnação da referida eleição, junto à Fetaema,  por supostas irregularidades ocorridas na urna do povoado Centro do Meio II.

De acordo com a assessoria jurídica da Fetaema, as alegações encaminhadas pela Chapa derrotada não continham elementos suficientes para anular o pleito. Ainda segundo o advogado da entidade não foi encontrada nenhuma irregularidade no vídeo apresentado pela Chapa 1, que comprovasse fraude. Dessa forma o pedido de impugnação foi indeferido de forma categórica.

A posse da nova diretoria acontecerá no próximo dia 13 de junho, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Penalva. O evento contará com a presença de várias autoridades estaduais, como o deputado federal Julião Amim, o presidente da Fetaema Chico Miguel e comitiva, o vereador Dr. Gutemberg, entre outros, além de autoridades locais.

“Será um dia especial para todos nós, que fazemos parte deste importante movimento. Esperamos lotar as dependências do nosso Sindicato com a presença dos nossos convidados e dos companheiros trabalhadores e trabalhadoras rurais do município de Penalva. Conclamamos todos a participar deste importante momento cívico para a nossa querida cidade de Penalva”, finalizou Ana Rosa, a nova presidente da entidade.

Por Marinildo Serejo

Viana – Moradora faz apelo desesperado por ajuda: “a minha casa está quase caindo em cima da minha família”

Viana – A Desigualdade Social no Brasil é um problema que afeta grande parte da população brasileira, e, embora nos últimos anos ela tenha diminuído muitas famílias ainda padecem diante da exclusão de moradias e acesso ao mínimo básico para sobreviver.

Em Viana, a moradora Raimunda Serra, mãe de 4 filhas menores, desempregada, se encaixa nesse perfil de brasileiros que necessitam do assistencialismo do poder público.

A dona de casa, que é moradora do bairro Campo Novo, um dos mais pobres e vulneráveis do município, num ato de quase desespero, recorreu as redes sociais para revelar a sua situação de pobreza e abandono, e apelar ao poder público, ao empresariado ou a alguma alma caridosa que se compadeça da sua situação, pois a sua humilde residência – de taipa, coberta com telhas de amianto -, apresenta rachaduras, não possui móveis, tampouco eletrodomésticos.

O Blog Vianensidades apurou que a Secretaria de Assistência Social do Município, cuja secretária, Rivalgênia Moraes, filha da vice-prefeita, Lucimar Gonçalves, dispõe no momento de R$ 250.000,00 (Duzentos e cinquenta mil reais em caixa), em sua conta vinculada ao Fundo Municipal de Assistência Social, recursos oriundos do Bloco de Proteção Básica, do Governo Federal, que tem objetivo socorrer e amparar as famílias em situação de vulnerabilidade social. (Veja gráfico abaixo).

 

Alguns grupos de WatsApp já estão em campanha para revelar essas e outras situações de famílias vianenses, que sofrem com o descaso e o abandono dos seus bairros, na infraestrutura, falta de água, acesso a saúde e educação, e também necessitam da presença  dos órgãos públicos para combater essas desigualdades, pois suas únicas fontes de renda advém de programas sociais como o Bolsa Família, insuficientes para custear as despesas e levar uma vida digna.

Se alguém puder dar qualquer ajuda a Aparecida e seus filhos, favor entrar em contato com os telefones: 987497443 ou 984542491.

O que é

A assistência social é uma política pública, dever do Estado e direito de todo cidadão que dela necessitar. Foi instituída no Brasil pela Constituição Federal de 1988 e, em 7 de dezembro de 1993, foi criada a Lei Orgânica de Assistência Social (Loas), um passo muito importante para a política pública da assistência social no país. Esta lei faz parte do tripé da Seguridade Social (Saúde, Previdência e Assistência Social), que é um conjunto de medidas que buscam a proteção social dos cidadãos. Com a Loas, o Governo passa a instituir um orçamento para financiar programas, projetos, serviços e benefícios voltados a indivíduos e famílias em situação de vulnerabilidade social.

Desigualdade Social no Brasil

As regiões mais afetadas pelos problemas sociais são o Norte e o Nordeste do país, os quais apresentam os piores IDH’s (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil.

Resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD-2011) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), apontam a diminuição da pobreza e, consequentemente, da desigualdade social.

Assim, nos últimos anos 28 milhões de brasileiros saíram da pobreza absoluta e 36 milhões entraram na classe média.

Entretanto, estima-se que 16 milhões de pessoas ainda permanecem na pobreza extrema.

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), as transferências do Programa Bolsa Família são responsáveis por 13% da redução da desigualdade no país.

Causas e Consequências

Embora o Brasil esteja entre os dez países com o PIB mais alto, é o oitavo país com o maior índice de desigualdade social e econômica do mundo.

Segundo relatório de ONU (2010) as principais causas da desigualdade social são: Falta de acesso à educação de qualidade; Política fiscal injusta; Baixos salários; Dificuldade de acesso aos serviços básicos: saúde, transporte público e saneamento básico.

Decorrente, essencialmente, da má distribuição de renda, as consequências da desigualdade social no Brasil são observadas pela: favelização; pobreza; miséria; desemprego; desnutrição; marginalização; violência.

Estudiosos propõem soluções para o problema, dentre eles: aliar democracia com eficiência econômica e justiça social.

(Com informações do Portal Toda Matéria)