AGEM apresenta projeto do Cais São Luís-Alcântara ao Governo do Estado

Mais um projeto do Governo do Estado, por meio da Agência Executiva Metropolitana (AGEM) está prestes a ser iniciado. Trata-se do Cais Flutuante São Luís-Alcântara (Terminal Portuário da Ponta D’Areia, em São Luís, e Terminal Portuário da Independência, em Alcântara), cujo projeto básico e executivo foi apresentado na tarde desta quarta-feira, 16, pelo presidente da AGEM, Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

Atualmente, o Cais da Praia Grande é o único Terminal Hidroviário da capital. Conta com apenas quatro embarcações, três Iates e um Catamarã realizando duas viagens por dia, são transportado 11.935 passageiros mês, sendo 398 por dia. Além das embarcações do Centro de Lançamentos de Alcântara (CLA) que realiza o transporte de 246 militares diariamente.

Embora esteja localizado na Avenida Senador Vitorino Freire no Centro de São Luís, o Cais da Praia Grande somente oferece condições de navegabilidade durante o período de preamar, para manobras de acostagem e atracações das embarcações que realizam o transporte de passageiros e pequenas cargas para Alcântara e outras cidades da região da Baixada Maranhense, devido as grandes variações de marés, ficando inoperante durante a baixamar. “Com as quantidades de viagens diárias reduzidas, o potencial turístico de Alcântara é pouco explorado pelos visitantes”, explicou Lívio Corrêa.

Com a implantação do Terminal Portuário na Ponta D’Areia, estima-se a realização 24 viagens por dia, com embarcações saindo a cada 1 hora, transportando 3.312 passageiros diariamente.

O projeto de viabilidade técnica do Cais Flutuante São Luís-Alcântara foi aprovado pelo Governador Flávio Dino. “Agora passaremos para a próxima fase, que é a de viabilização dos recursos financeiros para a execução da obra”, revelou o presidente da AGEM.

O Cais Flutuante São Luís-Alcântara será construído pelo Governo do Estado, por meio da Agência Executiva Metropolitana, em parceria com a Prefeitura de Alcântara. O prazo de execução da obra será de aproximadamente 18 meses (1 ano e meio).

Polícia prende quadrilha que clonava números de celulares de prefeitos do Maranhão

A Polícia Civil do Maranhão por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) apresentou nesta quarta-feira (16), um grupo que foi preso pela acusação de crimes em estelionato e associação criminosa.

A quadrilha clonava um número de chip de celular, e por meio de aplicativo de mensagens de texto, entrava em contato com familiares e amigos da vítima, para pedir valores por transferências bancárias.

Os acusados José Jorge Xavier Alves; Lottas Mateus Ribeiro Caldas; Hallen Devid Cosmo do Nascimento; Bruno Nascimento Alves de Morais; Marcos Aurélio Santos Freitas Filho; Márcia Sebastiana Sousa de Jesus e Anniele Raina Barreto Granjeiro se passavam pela vítima do chip clonado e pediam ajuda financeira. O grupo criminoso fez vítimas em vários municípios do Maranhão.

Um dos investigados já fora preso pela SEIC, pelo mesmo tipo de crime, mas encontrava-se gozando do benefício da Liberdade Provisória.

Relação com chips de prefeitos clonados

Alguns políticos relataram que foram vítimas de clonagem de chip, o prefeito de Alto Alegre do Pindaré, Fufuca Dantas (PP) teve nesta terça-feira (15) seu telefone celular clonado, e conhecidos pediram dinheiro por meio do Whatsapp.

Esta semana, o prefeito de Viana, Magrado Barros, teve seu número clonado. Em 2018, o marido da prefeita de Matinha, Eldo Jorge, teve seu número clonado. Também no mesmo ano, os prefeitos de Cajapió e Olinda Nova do Maranhão também foram vítimas do mesmo golpe.

O prefeito de Paço de Lumiar, Domingos Dutra, relatou que também teve o chip clonado. A polícia revelou que estão investigando o caso, e que tudo leva a crer, que essa quadrilha foi a responsável por essas clonagens. Inclusive, de políticos do  Paraná. (Via Blog do Jailson Mendes).

Assassinato de colaboradores da Cemar é mais um motivo para repudiar a posse de armas

Arquivo

Blog do Ed Wilson Araújo

A morte de dois colaboradores da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), no Sítio Natureza, serve para refletir sobre o famigerado plano do governo federal de permitir a posse de armas.

Segundo as primeiras investigações da Secretaria de Segurança, o duplo homicídio teria sido cometido por homens insatisfeitos com o corte de energia em uma residência.

Os funcionários foram mortos a tiros dentro do carro da empresa que prestava serviço para a Cemar, no município de Paço do Lumiar, na região metropolitana de São Luís.

É preciso aguardar o resultado das investigações. Mas, independente da motivação do crime, cabe refletir sobre a posse de armas no Brasil.

A maioria da população brasileira não está preparada para ter a posse de um equipamento letal de fogo em casa. Além disso, não há condições de fiscalizar o uso de armas em um país tão grande.

Quem garante que o indivíduo com a posse de arma não vai cair na tentação de transportar um revólver ou pistola no carro ou mesmo para uma festa?

A posse de arma cria condições para um empoderamento acima do normal, podendo levar o indivíduo armado a extrapolar a razão em situações de conflito com um vizinho, por exemplo.

Como serão recebidos os colaboradores da Cemar ou da Caema por um indivíduo com posse de arma em um dia de instabilidade emocional?

O corte de energia elétrica, algo constrangedor, por si só já é motivo para chateação.

Como vai reagir o indivíduo armado diante de alguém que vai até sua casa interromper a luz ou o fornecimento de água?

Essas perguntas são fundamentais para o debate. Armar a população pode jogar o Brasil em uma guerra de todos contra todos e pavimentar o caminho para a barbárie.

Secretário descobre traição da mulher com o prefeito, que mandou matá-lo, no Maranhão

Investigação comandada pelo delegado Guilherme concluiu que, em Cândido Mendes, o prefeito tinha um caso extra-conjugal com a esposa do secretário de Saúde e mandou matá-lo assim que a relação foi descoberta.

Blog Luis Cardoso

Ney Moreira, Edna Maria e o prefeito Mazinho Leite

O assassinato ocorreu no dia 21 de fevereiro de 2014 na estrada que liga Cândido Mendes ao povoado de Águas Belas. Na ocasião, o secretário Romerson Robson estava no mesmo carro com o prefeito Mazinho Leite e a esposa de Robson, Edna Maria Andrade, que hoje é assessora jurídica da prefeitura, para o povoado.

Romerson Robson assassinado em 2014

Secretário de Saúde de Cândido Mendes falece após atentado

A vítima deixou a esposa e o prefeito no povoado e retornou sozinho para a sede.  Naquele ano, os depoimentos apontaram para uma emboscada que seria armada contra o prefeito e que acabaram matando o homem errado. Assim, os anos se passaram e todos ficaram acreditando nas primeiras versões.

Porém, o caso foi reaberto e ficou constatado que o secretário havia descoberto do caso da mulher dele com o prefeito. Diante do fato, Romerson ameaçou denunciar o prefeito de todas as corrupções que sabia no município. Por essa razão, Mazinho mandou matar o seu secretário de Saúde.

Foi concluído também que os tiros que mataram o secretário não foram disparados de fora, mas de dentro do carro. Hoje, o delegado Guilherme apresentou Ney Moreira Castro como provável executor. A autoridade policial anunciou a tomada de testemunho do prefeito para esta semana.

Viana – Sem ajuda da prefeitura, moradores da Zona Rural recuperam estrada vicinal

Com o início do período chuvoso, quase todas as estrada vicinais do Maranhão apresentam dificuldades para o tráfego e, por conseguinte, prejudicam o escoamento da produção dos povoados da Zona Rural.

Em Viana, as comunidades clamam por ajuda da Prefeitura e ou até da iniciativa privada, para que olhem para as estradas vicinais que estão lamacentas, esburacadas e com precárias pontes de acesso.

No Cacoal, comunidade quilombola próxima da sede do município, os moradores cansaram de esperar pela ajuda da prefeitura municipal e colocaram a mão na massa, ou melhor, no barro para recuperar a única via de acesso do povoado. São 1.800m de estrada até a entrada na MA-014.

Sem recursos, mas com muita força de vontade, os moradores improvisam até comida para executarem um trabalho de obrigação da Prefeitura Viana

Enquanto isso, a iniciativa de uma manifestação contra o gestor vianense, Magrado Barros (PSDB), se espalhou feito um rastilho de pólvora nas redes sociais, e está marcado para o dia 26 (sábado), às 15h, com saída da Praça da Bíblia.

Os moradores exigem pagamento de salários em dias, iluminação e melhorias em ruas públicas e prédios, merenda escolar de qualidade e coleta de lixo em dias, dentre outras prioridades elencadas pela organização.

O grupo se diz independente e sem articulação política por trás, mas pede a imediata cassação do mandato dele e da vice-prefeita, a mãe do ex-prefeito Rilva Luis, que foram eleitos em 2016.

Nas redes sociais, Magrado Barros diz que está há dois anos no comando da cidade de Viana e que não tem nenhum caso de corrupção, que está sendo vítima de mentiras, mas que ora por todos.

“Dois anos de governo e nenhum caso de corrupção. Se já não bastasse tantas mentiras que inventam ao meu respeito, invadem a minha privacidade (se referindo a uma suposta clonagem do número do seu celular). Colocarei todos no meu Pai Nosso que rezo antes de dormir todos os dias da minha vida. Essa é a única coisa que eu posso fazer: Perdoar a quem me ofendeu”, comentou.

Com esse barulho todo em Viana, melhor mesmo é rezar e ter fé, porque o povo parece estar com sangue nos olhos e a faca nos dentes!!!

(Com informações do Blog do Jailson)

Polícia Federal desarticula laboratório de cocaína em fazenda, em Pedro do Rosário, na Baixada Maranhense

A Polícia Federal desarticulou, na noite de ontem, um laboratório de manipulação de cocaína na zona rural de Pedro do Rosário, região da baixada maranhense.

Após receberem denúncias de que um indivíduo seria proprietário de um laboratório especializado na manipulação de drogas, uma equipe de Policiais Federais da Delegacia de Repressão a Drogas passou a realizar diligências na região, na tentativa de localizar e prender o suspeito.

Por volta das 20:40, foi abordado um indivíduo em um gol vermelho no município de Pedro do Rosário, com o qual a Polícia Federal encontrou uma pequena porção de cocaína pronta para consumo.

A equipe de policiais federais deslocou-se então para a fazenda do suspeito e, ao entrarem na casa, depararam-se com um laboratório de manipulação de entorpecentes, o qual contava com prensa hidráulica, balança de precisão, tabletes de crack e cocaína pronta para consumo, além de diversas munições de calibre 38, sem o devido registro.

Chamou a atenção dos Policiais Federais o fato de o laboratório de manipulação de drogas estar montado em um dos quartos da casa, ao lado do quarto dos filhos do suspeito, todos crianças menores de 10 (dez) anos de idade.

A diligência contou com o apoio de Policiais Militares lotados no município de Pedro do Rosário, além da Guarda Municipal daquela localidade.

O envolvido foi encaminhado à Superintendência Regional de Polícia Federal em São Luis, onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e por ter em depósito insumos e produtos químicos destinados à preparação de drogas, sem autorização , além de posse ilegal de munição.

(Via Blog do Luis Cardoso)

Reforma de mesas vai custar quase R$ 200 mil aos cofres da Prefeitura de Matinha

 

A prefeitura da cidade de Matinha na Baixada Maranhense que tem como prefeita, Linielda de Eldo, pretende gastar quase R$ 200 mil apenas com reforma de mesas escolares.

O contrato referente à licitação na modalidade Pregão Presencial nº 29/2018  no valor de  R$ 195.500,00 (cento e noventa e cinco mil, e quinhentos reais, foi assinado no ultimo dia 08 de janeiro.

A Empresa W. de J. Teixeira Marques – ME, situada Rua Inácio Raposo, nº 13 – Bairro de Fátima – São Luís/MA foi declarada vencedora do certame.

O valor do contrato é questionado no município e considerado exorbitante, levando em conta a reforma de apenas mesas de conjuntos de carteiras.

Via Blog do Vandoval Rodrigues