Encontro com Vereadores e Vereadoras estreita diálogo entre Governo do Maranhão e municípios

Nesta próxima terça-feira, dia 30, legisladores municipais vão dialogar e estreitar laços com o Governo do Maranhão, durante o Encontro com Vereadores e Vereadoras, no Centro de Convenções Pedro Neiva, no Multicenter Sebrae, em São Luís. Promovido pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Estado de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), o evento traz o tema ‘Cidades com desenvolvimento econômico, social e ambiental’.

Na programação, stands com exposições, apresentações de cases de sucesso e debates sobre programas e ações desenvolvidos nos municípios. Entre os assuntos abordados, gestão ambiental, de recursos hídricos e informações sobre prestação de contas nos municípios.

Para o presidente da Câmara dos Vereadores de Imperatriz, José Carlos Soares, o encontro é uma oportunidade de aprendizado para legisladores de primeiro mandato.“Ao participarem de um encontro como esse, vereadores inexperientes podem obter mais conhecimento e fazer uma legislatura melhor”, afirma.

O presidente da Câmara dos Vereadores de São Luís, Astro de Ogum, acredita que o encontro é um reflexo da harmonia existente entre governo estadual e gestões municipais. “O governador Flávio Dino faz um bom governo e essa caminhada junto com o legislativo municipal é muito importante para todo o estado”, diz.

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Cleomar Tema, destaca a importância do evento o desenvolvimento dos municípios.  “Vereadores fiscalizam gestores municipais e aprovam projetos de autoria do executivo e de próprio legislativo. Por isso, esse evento é de grande importância ao municipalismo”, explica.

 

PROGRAMAÇÃO

Data: 30 de maio de 2017

 

Local: Centro de Convenções Pedro Neiva – Multicenter Sebrae

 

7h30 às 8h50 – Credenciamento e recepção dos participantes; Abertura dos stands com exposições, cases de sucesso, informações, programas e ações nos municípios

 

9h – Abertura oficial; Dispositivo de autoridades

 

9h30 – Palestra magna ‘Cidades com desenvolvimento econômico, social e ambiental’ com o governador Flávio Dino

 

11h – Mesa técnica Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) – Licenciamento Ambiental e Gestão de Recursos Hídricos no Maranhão. Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam)- Qualificação e Gestão Ambiental no Bioma Amazônia Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE)- Prestação de contas das Câmaras Municipais: o que pode e o que não pode segundo a jurisprudência da Corte de Contas Maranhense

 

13h – Encerramento Durante o evento

 

8h às 16h – Stands com exposições, cases de sucesso, informações, programas e ações nos municípios

Fonte: Secap

Jornalista maranhense morre afogada

A jornalista Karen Dannielle Lima de Oliveira, de 26 anos, morreu afogada na praia do Arrombado na tarde de ontem,  sábado (27), em Luís Correia, litoral do Piauí. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima, sua irmã Brenda Marcely Oliveira Fortes, 20 anos, e o namorado de Brenda, Pablo Henrique de Araújo Arruda foram arrastados pela correnteza e socorridos por pescadores.

“O grupo estava banhando na praia, quando a maré começou a subir e os três jovens caíram numa forte correnteza. Eles começaram a se afogar e os pescadores em canoas realizaram o resgate. Infelizmente a Karen Dannielle não resistiu e veio a óbito no local, enquanto a irmã e o namorado dela foram socorridos com vida”, relatou o subtenente Edvan Corrando.

O Instituto Médico Legal (IML) de Parnaíba fez a remoção do corpo e aguarda liberação da família. Já o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreu os dois sobreviventes e os encaminhou ao Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda).

Karen Dannielle formou-se em jornalismo pela Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e era funcionária do Banco do Brasil em Parnarama. Ela morava com a irmã Brenda Marcely Oliveira Fortes, 20 anos, no Parque União, em Timon. O sobrevivente Pablo Henrique Araújo Arruda reside na cidade de Lago da Pedra. Fonte: Site do Elias Lacerda

Um banho de humanidade

José Ribamar d’Oliveira Costa Junior*

No início de uma bela tarde ensolarada, nos idos de 1974, na então pacata cidade de Viana-MA (meu torrão natal com muito orgulho), cidade histórica, cultural e de muita tradição, que se encontra encravada na baixada ocidental maranhense, constituindo-se em uma península banhada pelo majestoso Lago de Viana e do Aquiri, interligados pelo Rio Maracu, (daí a denominação de Cidade dos Lagos), no contexto maior do rosário de lagos do Maracu, deu-se um episódio que marcou profundamente a minha infância, dado o seu cunho humanitário.

O fato foi protagonizado pelo nosso saudoso irmão Messias Costa Neto, quarto filho de uma linhagem de dez do casal Zezico Costa (já falecido) e Terezinha Costa, que naquele período já demonstrava ser uma pessoa muito humilde e comprometida com as questões sociais. E teve início no interior da então loja de tecidos da família, situada na rua Cel. Campelo esquina com a Dom Hanleto de Ângelis, logo após reabrir as portas depois do almoço, como era de costume, quando lá adentrou um pobre menino de aproximadamente 12 anos de idade, compleição física bem franzina, que perambulava pelas ruas da cidade, e que por ser o mesmo averso ao asseio pessoal era conhecido pela alcunha de “cearensinho”. O apelido se dava, creio eu, devido a escassez de água no sertão cearense que, destarte, tornava difícil o banho naquelas paragens.

Naquele período o Messias era aluno secundarista do Liceu Maranhense, na capital do Estado, sendo que nas férias também se prestava a ajudar no comércio da família. Mas o fato é que ao se dar conta daquele menino sujo, maltrapilho e que exalava mau odor o nosso querido irmão não se conteve e o admoestou:

– Se você deixar eu te dar um banho, depois eu te dou uma merendinha: café com leite e pão com manteiga, tá vendo!!??

Apesar da tentadora proposta, o certo é que a princípio ainda houve hesitação por parte do admoestado, o que não desestimulou o proponente, que continuou a insistir no seu desiderato. No entanto, em face da tratativa inusitada que ali se verificava logo se aglomerou muitos meninos no recinto, alguns deles alunos da Escola São Sebastião (que funcionava em frente), por sinal, incrédulos com a possibilidade do “pequeno” vir a tomar banho, tamanha era a sua fama.

Enfim, com o entendimento das partes o Messias conduziu o menino pelo braço até o quintal da residência da família, que ficava apegada ao comércio, no que foram seguidos pela dileta plateia num clima de algazarra, que naquelas alturas ainda duvidavam do sucesso da nobre missão, surgindo inclusive apostas a esse respeito.

Acompanhando tudo ali bem de perto vi quando o meu irmão postou o indigitado à beira do poço, próximo a um tonel de água que lá havia, e com o uso de uma caneca passou a despejar água sobre a cabeça do menino desnudo, para em seguida enxaguar o corpo com uma bucha e sabão. Terminado o banho e recomposto o menino com as suas vestes eis que o Messias, cumprindo a sua parte no acordo, providenciou o prometido lanche ao esfomeado, que a tudo sorveu rapidamente sob os aplausos eufóricos da dileta plateia. Contudo, ressalte-se que nesse ínterim chegou ao local o nosso saudoso pai, um tanto quanto chateado pelo fato do Messias haver abandonado a loja, pondo fim à algazarra que se formou no quintal da casa.

Essa passagem serve para nos mostrar como a humildade é importante em nossas vidas, contribuindo, assim, de forma despretensiosa e sem interesses escusos para o engrandecimento do senso de humanidade. Pois, através de simples atitudes como essa narrada, pode-se estar fazendo algo em prol de alguém que muitas vezes se encontra perdido e precisa apenas de uma mão amiga e caridosa, e, assim, despertar para uma nova visão de vida.

Confesso que não sei dizer o destino tomado pelo menino carente, em todos os sentidos, que inclusive não era identificado pelo nome pessoal, que não se sabia, mas tão somente pelo apelido, muito embora fosse costumeiro se identificar as pessoas em Viana apenas dessa forma. Por outro lado, ressalte-se que o nosso irmão Messias continuou os estudos em São Luís do Maranhão, graduando-se em medicina pela UFMA, retornando em seguida para prestar relevantes serviços médicos em Viana e adjacências a todos que lhe acorriam, fazendo da medicina um verdadeiro sacerdócio. Depois elegeu-se Prefeito de Viana por dois mandatos
consecutivos, realizando considerado trabalho na área da saúde e educação, com uma atuação muito importante na zona rural, nunca se descurando do aspecto social e de cunho humanitário.

Com efeito, saliente-se que o Messias cumpriu a sua missão aqui na terra com humildade e dignidade, até quando teve a sua trajetória interrompida num trágico acidente automobilístico ocorrido na MA-012 na periferia de Viana, no dia 11 de julho de 2006, quando veio a óbito ocasionando uma grande comoção social. No seu cortejo fúnebre, milhares de pessoas de todos os matizes sociais espremiam-se nas estreitas ruas de Viana rendendo-lhes as últimas homenagens, embalados pela bela e marcante canção de Geraldo Vandré: pra não dizer que não falei das flores!!!

* Juiz de Direito da Comarca de São Luís-MA. Membro da Academia Vianense de Letras – AVL.

Um olhar aprofundado sobre a nova geração

A agência de publicidade Talent Marcel lançou nesta quarta-feira (17), um estudo chamado “Mind The Gap” sobre o comportamento dos jovens, narrado pela apresentadora Didi Wagner. Este documentário pretende desmistificar o universo desta nova geração, além de também apresentar as novas possibilidades.

Essa expressão chamada de Mind The Gap significa “Cuidado com o vão”, ou seja, ela é uma advertência para o comboio de passageiros, pois por vezes há uma grande vala entre a porta e a plataforma. Ele foi introduzido em 1969 pelo Metro de Londres. A frase é tão associada ao metro que se vende camisetas com a frase imposta a um símbolo do transporte local.

Seja para ser, dizer ou fazer o que quiser, esse novo momento no qual estamos vivendo surgiu para que nós possamos questionar o qual futuro que queremos, além de perceber como será nossa vida daqui a 30 anos. A revolução da informação empoderou o indivíduo, permitiu aos blogs ganharem mais leitores frente a grandes jornais, youtubers sejam mais assistidos que estúdios milionários e aplicativos desbanquem indústrias inteiras. Essa revolução aumentou o poder de questionamento das pessoas, seja ela contra o governo, a mídia e as marcas. No fim das contas, a revolução da informação influencia também o conceito que o jovem tem sobre hierarquia, ou seja, quando um impõe algo e o outro obedece sem questionamento.

Ora, se por um lado essa nova geração precisa demonstrar a sua imagem positiva a qualquer custo, nem que para isto, precise fazer verdadeiros absurdos pela bandeira de um grupo, por outro, essa geração consegue ter acesso ao conhecimento, processar a informação e difundir com muito mais facilidade. O documentário feito em parceria com o Multishow reúne 54 horas de conversas com 21 especialistas, 90 jovens de todas as classes sociais, diferentes gêneros e idades pesquisados em profundidade e 500 jovens de todo Brasil em pesquisa quantitativa.

Fonte: Comunique9

Em Vitória do Mearim, médica receita remédio de matar piolhos para criança com alergia

Uma médica contratada pela prefeitura de Vitória do Mearim, na Baixada Maranhense, receitou remédio de matar piolhos para uma criança de 1 ano e 3 meses que estava com irritações e bolhas por todo o corpo.

A bula do remédio informa que não deve ser usado em áreas irritadas​ e somente poderá ser usado por crianças​ a partir de 2 anos de idade.

Um caso absurdo que deve ser apurado pelo Ministério Público e pelo conselho Regional de Medicina, inclusive checando o diploma, a trajetória e a competência dessa profissional para exercer a nobre profissão de médica.

A população, revoltada, se manifestou pelas redes sociais. Abaixo alguns comentários.

FHC, Lula e Sarney articulam o pós-Temer

 

Em 2012, ex-presidentes José Sarney, Lula e FHC se reuniam com a então mandatária Dilma Rousseff e seu vice, Michel Temer

Folha.com

BRUNO BOGHOSSIAN

MARINA DIAS

DE BRASÍLIA

As articulações para a substituição do presidente Michel Temer evoluíram nas três principais forças políticas do país –PMDB, PSDB e PT– e agora envolvem diretamente três ex-presidentes da República: Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e José Sarney.

Desde a última quinta (18), quando foram divulgados os detalhes da delação da JBS que envolvem Temer, eles têm liderado conversas suprapartidárias em busca de um consenso para a formação de um novo governo, caso o peemedebista seja cassado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Os três caciques, pontos de contato nos diálogos que acontecem reservadamente em Brasília e São Paulo, cuidam para que os debates não ganhem caráter partidário.

As conversas estão pulverizadas, uma vez que, por ora, cada sigla traça caminhos diferentes para o desfecho da crise.

Do lado do PSDB, fiel da balança do governo, FHC se tornou referência e, segundo relatos de tucanos, já abriu contato com parlamentares do PT. Além disso, é o mais importante interlocutor do presidente do TSE, Gilmar Mendes, considerado “peça-chave” para viabilizar a saída institucional de Temer.

“O Brasil exige o que temos de melhor e não o que temos de pior”, disse à Folha o senador Jorge Viana (PT-AC), um dos emissários petistas nas conversas com integrantes do PSDB e do PMDB.

Nesta semana, Viana esteve em dois jantares na casa da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para discutir soluções com aliados do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), líder peemedebista no Senado e opositor de Temer.

Na terça-feira (23), o senador petista se encontrou com Lula. O ex-presidente disse que o partido precisa insistir na defesa das eleições diretas. Até aqui, Lula não acredita que um perfil “de centro” será incluído pela base de Temer no processo de eleições indiretas e diz que a ventilação do nome do ex-ministro Nelson Jobim, que tem sua simpatia, tem o objetivo de “adoçar a boca do PT”.

Apesar da determinação dada à cúpula petista, Lula se mantém disposto a conversar com as lideranças políticas que trabalham exclusivamente com a alternativa de eleições indiretas para escolher o sucessor ao Planalto.

Na avaliação de aliados de Temer, a escalada da crise, com os primeiros protestos violentos contra o governo, nesta quarta-feira (24), precipita uma concertação que envolve o trio de ex-presidentes.

Eles acreditam que a articulação suprapartidária pode reduzir a tensão do ambiente político e permitir uma transição suave a partir do julgamento do TSE, que começa no dia 6 de junho e pode tirar Temer do poder.

Nesse cenário, Lula tem sido estimulado a procurar FHC em busca de entendimento. Aliados de Temer consideram essa conversa fundamental porque o petista tem pontes com movimentos sindicais e sociais à frente dos protestos, e o tucano é o principal conselheiro do pilar de sustentação de Temer.

O ex-presidente José Sarney, por sua vez, esteve com Temer na segunda (22) e, no dia seguinte, recebeu parlamentares do PMDB e dirigentes tucanos.

Obras literárias serão lançadas pela AVL no dia 27 de maio, em Viana-MA

Para festejar o 15º aniversário da Academia Vianense de Letras, serão realizadas no próximo dia 27, duas Sessões Solenes Comemorativas, que contarão com uma vasta programação, iniciando às 10:00 horas, na Biblioteca Pública Municipal Ozimo de Carvalho, com a afixação da Placa Comemorativa dos 15 anos de fundação da AVL.

Na oportunidade, também serão lançadas as seguintes obras literárias: “A Família Piedade em Viana”, de Heitor Piedade; “Um Retrato de Viana”, de João Cordeiro; “A Caçadora”, de Aldir Ferreira; “Maria da Tempestade”, de João Mohana; “O Torrão Maranhense”, de Raimundo Lopes da Cunha; “O Baile de São Gonçalo”, de Lourival Serejo e “Púcaro Literário”, organizado por Jucey Santos de Santana e João Carlos Pimentel Cantanhede, da Academia Itapecuruense de Ciências, Letras e Artes – AICLA. Continue lendo AQUI.